Objetivo


domingo, 21 de julho de 2013

AMBULANTES INVADEM PONTO DE ÔNIBUS EM FRENTE AO IGUATEMI

Vejam que  as caixas de isopor e carrinhos que
 invadem quase todos os módulos dos abrigos
 na frente, do lado e nos fundos.
NOSSA CIDADE As péssimas condições da população de baixa renda obriga as pessoas a procurar várias formas de sobrevivência nas grandes cidades. Elas já enfrentam o transporte ruim, não têm atendimento nos hospitais e postos de saúde; a educação pública é precária e as moradias são milhões e milhões de pequenos casebres, onde vivem que nem sardinha.O saneamento básico também inexiste e, a violência campeia nessas invasões e favelas ,que os politicamente corretos insistem em chamá-las de comunidades. Para sobreviverem essas pessoas arranjam um tabuleiro, um carrinho improvisado ou mesmo uma caixa de isopor e saem pelas ruas procurando um "ponto" para se estabelecerem. São milhares e milhares de vendedores informais instalados provisoriamente nos mais improváveis lugares de nossas cidades.
O piso do abrigo de ônibus todo estragado

Agora, dezenas deles estão invadindo os abrigos de ônibus em frente ao shopping Iguatemi. Um foi chegando com uma caixa de isopor, outro  com um carrinho improvisado e, hoje, já somam algumas dezenas que vendem bebidas, refrigerantes, miçangas,roupas,apetrechos para celulares e assim por diante. Está virando uma feira, contribuindo para piorar a nossa paisagem urbana bem como causando todo tipo de problemas. Se a Prefeitura não agir imediatamente se transformará em breve num problemão quase insolúvel.




Logo em frente a entrada da passarela,que derrama milhares de pessoas por dia naquela área, tem de tudo , até mesmo pessoas uniformizadas com jalecos da operadora Oi vendendo não sei o que. Me parece que é carga para celular.
Alguns ambulantes já estão  colocando armações de ferro e tabuleiros  com seus produtos ocupando a beira da pista de rolamento . Isto vai terminar em acidente, porque os carros trafegam bem próximos a eles.
Está na hora de arranjar um local adequado para esses ambulantes e retirá-los urgentemente dali.
Ao lado podemos ver as caixas de isopor e carrinhos que se perdem de vista...
As fotos foram feitas de longe por mim por razões óbvias,principalmente porque muitos camelôs estão 
ressabiados e podem ser violentos .

Postar um comentário