Objetivo


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

O CARNAVAL E A REALIDADE

O carro alegórico que trouxe um grande rato simbolizando
 os que estão roubando o nosso país
. (Fotos Google)
Assisti,e cada vez mais, fico impressionado com a grandiosidade e a alegria expressa no carnaval do Brasil. Seria um momento espetacular para externar a indignação com a situação do país. Os carnavalescos precisam incluir nas suas alegorias algo de crítica social e política ajudando a educar e politizar o nosso povo. Está na hora das escolas de samba, dos blocos, afoxés e cordões que sempre contam histórias passadas olharem para o presente. Não adianta fugir da realidade. Ela está ai e, na quarta-feira de cinzas  mostrará sua fantasia para a festa que vai durar 360 dias.
Os corruptos sem cabeças comandam a roubalheira .
O cantor Gilberto Gil disse que “a política precisa mais de carnaval”. Não, Gil, o carnaval é que precisa de mais política, de ser também uma ferramenta de conscientização do povo levando críticas sociais e políticas, mostrando o que está acontecendo em nosso país. Será uma oportunidade ímpar de alcançar um grande número de pessoas com mensagens, como aconteceu na Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, do Rio de Janeiro, que abordou a corrupção. Parabéns ao carnavalesco Alexandre Louzada.
A modelo caída no chão após ser empurrada
violentamente por integrantes da Perouche.
Já a Escola de Samba Unidos do Perouche, de São Paulo, deu um show grosseiro com brutamontes empurrando e jogando ao chão uma integrante da escola que resolveu fazer um protesto na hora do desfile. Não sei se o protesto dela era ou não o mais adequado. Estou afirmando que a atitude dos brutamontes foi covarde, porque agrediram uma mulher em pleno desfile.
A verdade é que milhões de pessoas se divertiram saindo às ruas fantasiadas e cantando nas escolas de samba, blocos e camarotes, etc. pelo Brasil afora. Enquanto isto, o mosquito continuava seu trabalho picando milhares de pessoas enchendo os hospitais e postos de saúde; a inflação chegou a 1,27% neste janeiro; mais crianças nasceram com microcefalia; o impeachment permanece engavetado nos arquivos dos poderosos; policiais vitimas de bandidos estão sendo sepultados sem os protestos de famosos e dos esquerdopatas dos Direitos Humanos; a lama que os irresponsáveis da Samarco deixaram cobrir vilarejos em Minas Gerais e matar 19 pessoas está endurecendo e, até agora nenhuma medida plausível em defesa das vítimas foi concretizada; o tríplex e o sítio de Atibaia estão lá esperando pelos felizardos donos; os vândalos do Black Blogs aguardam nova manifestação para vandalizar em defesa do passe livre .

Aqui na Bahia apareceu uma “Vingadora”, mas não sabemos de que lado ela está e a quem se destina os tiros que  dispara com a sua metralhadora.
Postar um comentário