Objetivo


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

CUIDADO, ELES SÃO RAIVOSOS


           CUIDADO, ELES SÃO RAIVOSOS !


O médico Raymundo Pereira,vítima da insanidade
Estamos vivendo um momento de divisor de águas nas relações entre as pessoas. A individualidade,com o corre-corre o dia a dia  ganham terreno devido as dificuldades de sobrevivência. As pessoas passam a olhar cada vez mais para seus problemas, para seus próprios umbigos. Com o sentimento fortalecido da individualidade vem, no pacote, o comportamento raivoso. Assim, quando alguma coisa não foi atendida a contento o outro explode. A reação é perigosa, raivosa. O contraponto é um sinal de que uma reação forte e desproporcional vai ocorrer. Prepare-se.
Isto está ocorrendo na política, no esporte, na família e no trabalho. Vamos por parte. Na política, se você não vota ou apóia  aquele candidato por não concordar com suas  atitudes ilegais e antiéticas  seus partidários  vão reagir de maneira grosseira . Lançam dúvidas sobre seu comportamento, pechas são inventadas e você torna-se um estorvo.

Este é o motorista que
esmagou o médico
Lembro agora de um cidadão que não votou num candidato de um certo  partido, derrotado nas últimas eleições para prefeito de Salvador. Isto bastou para que conhecidos seus, ligados aos  partidários do derrotado, ficarem com raiva. Evitam falar com o cidadão, fazem cara feia e comentários injuriosos.
O torcedor é outro tipo que carrega consigo a euforia do gol de seu time e a raiva incontrolada contra todos aqueles que torcem por outros times. Quando juntos são capazes até de matar gratuitamente seus adversários. É uma ação condenável e irracional. Evidente, que todos os torcedores não agem desta maneira, mas um grande número deles certamente não tem tolerância com o contraditório.
Tem ainda os que levam a religião e a ideologia  ao fanatismo. Ai cometem todo tipo de infrações em nome de uma religião ou um deus que acreditam ser o único e verdadeiro, e de uma ideologia salvadora da humanidade.As ideologias e religiões já causaram milhões e milhões de mortes, destruíram países inteiros.
No trânsito, hoje, você tem que se comportar com muito cuidado, porque os nervos dos motoristas andam à flor da pele. Vejam o caso de um motorista de ônibus Jocival Pinto,que no último dia 16  de janeiro passado esmagou um médico Raymundo Pereira da Silva Filho e sua esposa grávida, Nirlana Teixeira. Isto aconteceu em Lauro de Freitas, a poucos quilômetros de Salvador,apenas  porque  a vítima resolveu fotografar os danos em seu veículo, que acabara de ser amassado  na colisão com o ônibus. O objetivo do médico era   entregar as fotos à seguradora para ser ressarcido. Resultado, ele ainda está no hospital se recuperando de várias fraturas e, vai levar um ano sem poder trabalhar. O agressor, que deve ser um desses loucos ao volante que andam por ai,  ainda está solto. Esperamos que seja feita Justiça e a sua carteira  de habilitação  cassada.

Postar um comentário