Objetivo


segunda-feira, 11 de agosto de 2014

GOVERNO DESPREZOU A DELEGACIA DOS IDOSOS


Nesta casa funciona a Delegacia do Idoso.
Abandonada pelo Governo do Estado.
Estamos assistindo a pífia  reação das autoridades estaduais contra a escalada da violência na Bahia, sendo que nosso estado está entre os mais violentos do país. As estatísticas são alarmantes. Em 2012 nada menos que 112.709 pessoas morreram em situações de violência no país,segundo o Mapa da Violência e, em 2013 houve um aumento de 223% de violência no estado.Contabilizando os últimos 12 anos a Bahia pulou para a 3ª colocação no ranking com uma taxa de homicídios de 7,9 por 100 mil habitantes para 69 por 100 mil. 
Este número - 112.709 mortos no Brasil - equivale a 58,1 habitantes a capa grupo de 100 mil,e o estudo mostra que é o maior desde que iniciou o levantamento ,que é feito a cada dois anos.Deste total , 56.337 foram vítimas de homicídio, 46.051, de acidentes de transporte e 10.321, de suicídios. Estes números já aumentaram muito porque equivalem ao ano de 2012 e de lá para cá já morreram centenas de pessoas por causas violentas no Brasil.
Um exemplo do descaso com a violência na Bahia é a   Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso, que está completando oito anos, e já foi abandonada pelo Governo Jacques Wagner, a qual registrou neste período quase 20 mil ocorrências contra idosos com mais de 60 anos de idade.
Fora as mortes, as  pessoas estão sofrendo vários tipos de violência . Com o crescimento da população idosa as estatísticas apontam que vem aumentando assustadoramente as ocorrências de vítimas idosas.
Aqui em Salvador tem uma delegacia especializada em atender os idosos . É a DEAT - Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso que fica na rua do Salete, nos Barris, que só este ano já registrou mais de 1.200 ocorrências contra idosos.
Mas, o pior está acontecendo. É que só a delegada titular dra. Laura Argôllo está atendendo a todas as ocorrências, além de fazer as oitivas, tem que preparar os processos e cuidar da gestão da delegacia. Embora seja uma policial dedicada e atenciosa com os idosos é humanamente impossível para ela conseguir atender a  esta demanda, que só faz crescer.
 Basta dizer, que existiam ali designados cinco delegados e oito funcionários atendendo o registro de ocorrências. Atualmente só dois funcionários ficam nos guichês . Três delegados estão de licença  e um deles foi designado para outra delegacia . Assim,  o idoso já fragilizado, passa em média de quatro a cinco horas à espera só para registrar a queixa. As audiências estão sendo  marcadas para janeiro de 2015, quando o idoso  consegue.
A culpa não é do pessoal da Delegacia do Idoso. A culpa é da política de segurança pública do Governo Jacques Wagner, que pouco tem feito neste setor. É por esta e outras que a Bahia ostenta hoje o 3º lugar com os maiores índices de violência do país , porque faltam policiais, delegacias aparelhadas, presídios dignos e assim por diante. Mas, as propagandas na televisão, rádio e jornais estão consumindo milhões de reais para vender uma falsa imagem do seu governo.


Postar um comentário