Objetivo


sábado, 30 de janeiro de 2016

O NOVO NICHO DO MERCADO DE IMÓVEIS DE LUXO


Um novo nicho no mercado de imóveis de luxo destinados a fantasmas  está intrigando os brasileiros . 
Não se trata das centenas de casas inacabadas que estão abandonadas no país afora do Programa Minha Casa, Minha Vida. São apartamentos luxuosos, caríssimos, que estão sendo adquiridos por fantasmas ou laranjas, porque não têm como explicar de onde veio o dinheiro para adquiri-los.
Em primeiro lugar, tem um tríplex no edifício Solaris, no Guarujá , em São Paulo ,que tem elevador privativo, armários que custaram mais de R$200 mil, pisos e tetos luxuosos. A construtora OAS, envolvida até o pescoço na Operação Lava-Jato fez uma big de uma reforma onde foram gastos cerca de R$ 800 mil. Afirmaram que pertence ao ex-Presidente Lula , mas,  ele nega a compra do imóvel.


Em segundo lugar, aparece um apartamento num prédio no Corredor da Vitória, no edifício Mansão Leonor Calmon, que tem píer privativo, teleférico. Imóvel destinado aos muito ricos que curtem uma visão privilegiada da Baía de Todos os Santos.
O imóvel teria sido adquirido pelo ex-governador Jaques Wagner , tão logo deixou o governo da Bahia . Atualmente está avaliado em cerca de R$ 5 milhões. Dizem que a decoração é luxuosa , exuberante e que custou uma grana alta. Também Wagner até agora não assumiu se o imóvel lhe pertence.

O terceiro imóvel é no exterior. Trata-se de um apartamento que teria sido adquirido em Miami pelo ex- bancário e ex-presidente da Câmara Federal, o petista Marco Maia.
Foi adquirido por R$3,5 milhões . 
O imóvel tem 154 metros quadrados, 3 quartos, e fica na South Tower at The Point. O prédio faz parte de um condomínio de cinco edifícios situado a poucos metros da praia. Tem marina e um spa. Ele também ainda não se pronunciou sobre este imóvel atribuído a ele.
Dizem os especialistas que devem existir muitos outros imóveis adquiridos por 
fantasmas já que até agora não foram identificados os verdadeiros proprietários. 
Portanto, uma boa pauta para os profissionais do jornalismo investigativo.
Esta é mais uma das razões que está assustando construtores e corretores de imóveis envolvidos com estas vendas de apartamentos luxuosos para fantasmas.
Postar um comentário