Objetivo


sábado, 30 de janeiro de 2016

RIO VERMELHO ESTÁ FICANDO COM OUTRA CARA

Uma visão parcial do Rio Vermelho, com ciclovia, calçadão
e nova escadaria pra praia.
Fui conferir como ficou o bairro boêmio do Rio Vermelho após sete meses, tempo em que durou esta primeira etapa das  obras de requalificação empreendidas pela Prefeitura de Salvador. Confesso que me senti como estivesse em outro país , com tudo organizado e de bom gosto, inclusive o piso de granito por todo o pátio que circunda a igrejinha, agora com mais visibilidade.
 Estive na Casa de Iemanjá onde encontrei os artistas Eliomar  e Márcio Paim   pintando duas figuras de Iemanjá nas paredes laterais do salão, que já conta com um grande painel de autoria de Leonel Mattos.
Agora, os preparativos se concentram para a grande festa da Iemanjá no dia 2 de fevereiro, quando os baianos reverenciam a Rainha do Mar.
A Praça Caramuru ganhou estacionamentos, toldos para restaurantes, iluminação, ampliação do calçadão e uma melhor visão do mar.Também, o paisagismo está muito bonito com várias plantas ornamentais.As obras executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil ( Sindec) se baseou no planejamento da empresa SQ+ Arquitetos Associados, sob a coordenação da Fundação Mário Leal Lerreira ( FMLF).Este é apenas o primeiro trecho entregue  da requalificação da orla do Rio Vermelho compreendendo o trecho entre a Paciência e o Largo da Mariquita, abrangendo ainda o Largo de Santana e a Rua João Gomes, num investimento de R$54 milhões.Já a reforma do bairro também concluiu as novas calçadas, ciclovias e novo paisagismo. Todas as ruas que dão acesso à orla estão com nova pavimentação.
 Evidente, que alguns ficam contra, porque não aceitam mudanças, especialmente os esquerdopatas de plantão. Ninguém consegue agradar a todos e, indiferente dos partidos a que pertençam os governantes que realmente gostam do seu Estado e da sua cidade do Salvador precisam dar as mãos em benefício da população. Não adianta este rancor partidário, pois isto é uma demonstração de que o que está em jogo é o interesse individual de cada político e não o interesse público.
O carnaval é emblemático. O governador Rui Costa embarcou nesta postura divisionista e apresentou seu programa, enquanto todos nós sabemos,que quem cuida do carnaval nas cidades são as prefeituras. Ele deveria dar as mãos ao prefeito ACM Neto para que o carnaval baiano tenha maior brilho, deixando de lado esta pecuinha partidária rancorosa.


Postar um comentário