Objetivo


quinta-feira, 11 de maio de 2017

O JUIZ E A INTIMIDAÇÃO

Lula prestando depoimento ao juiz Sérgio Moro que
pacientemente ouviu o réu no processo do triplex.
Claramente os militantes vermelhos foram à Curitiba liderados por senadores e deputados  do PT e do PC do B com o intuito de intimidar a Justiça Federal e o Ministério Público Federal, que estão com a missão de ofício de investigar e julgar todos aqueles que são suspeitos de cometerem ilícitos em nosso país, e neste caso, os envolvidos na Operação Lava-Jato. 
Ninguém está acima da lei, nem mesmo aqueles que ocuparam ou ocupam altos cargos na República. Se for realmente comprovado que o senhor Luis Inácio Lula da Silva cometeu ilícito ele tem que ser julgado, ter todo o direito a ampla defesa, e se condenado, tem que pagar pelo que fez,
Transformaram um simples depoimento num dos processos em que ele é réu num ato político. Isto é uma demonstração de desespero, porque quem não deve não teme. Qualquer cidadão que não está envolvido em ilícito objeto da Operação Lava-Jato fica tranquilo, porque sabe que não será transformado em réu. Quando alguém é transformado em réu é porque existem fortes indícios de que cometeu algum ilícito.                                               Foto Google
Policiais revistando os ônibus . Encontraram foices,
facões e outras ferramentas e armas brancas.
No depoimento que exaustivamente a televisão está mostrando o Lula aparece com arrogância e sempre coloca a culpa nos outros. O triplex era de  d. Marisa que adquiriu para investir e que não tinha nada com isto. As pessoas que colocou na Petrobras e que terminaram roubando ele disse que não sabia de nada e não tem qualquer responsabilidade pelo que ocorreu. Criticou " a vida de nababo dos delatores e que delatar virou um alvará de soltura". 
O juiz simplesmente mostrava serenidade e em algum momento o advogado de um dos acusados tomou a palavra e reprimiu fortemente o advogado do Lula que intervia a toda hora e mostrava disposição de enfrentamento com o juiz Moro. Simplesmente o advogado impertinente calou.
Nas alegações finais o Lula disse que está sendo cassado pela mídia , e o juiz cortou a fala dizendo que ali não era local de falar de política, e indagou se ele achava que existia uma conspiração contra ele.O Lula negou que existisse conspiração.
Vamos agora aguardar a defesa dos advogados, e finalmente, o juiz Sérgio Moro vai dar a sua sentença.Os procuradores do Ministério Público Federal decidiram ouvir mais três testemunhas .


Postar um comentário