Objetivo


quinta-feira, 8 de março de 2018

INVESTIDAS PETISTAS CONTRA SUPREMO

 Pertence  derrotado por 5 x 0 . Foto Jornal Gazeta
A chegada de um ex-ministro do STF, o Sepúlveda Pertence para defender o Lula   e as investidas de petistas aloprados, por duas vezes seguidas, ao gabinete da Presidente do Supremo, Carmen Lúcia , demostram que vai aumentar a pressão para que a prisão do condenado seja adiada. Se houver alguma mudança casuística isto seria uma prova  de que a Corte Suprema do país julga de acordo com a importância econômica e politica do condenado.
Segundo o noticiário vindo de Brasília os ministros Lewandowski e Dias Toffoli estiveram acompanhando os grupos de petistas até o gabinete de Carmen Lúcia. Felizmente, não foram recebidos . Mas, só o fato de dois ministros, cujo passado demonstram proximidade com o PT, funcionando como lobistas , já não é uma atitude própria de  magistrados.
Lembrando que Lewandowski fatiou um artigo da Constituição para preservar os direitos políticos de Dilma Rousseff, quando do impeachment, e Dias Tofolli foi advogado do PT. 
O Sepúlveda Pertence também tentou ser recebido pela presidente do STF, mas até agora não teve êxito. A presidente está correta e agindo com a firmeza que seu cargo exige não recebendo estas pessoas diante do quadro jurídico e político que se desenrola ora em nosso país. 
Enquanto isto, o condenado a 12,1 anos de prisão em regime fechado por corrupção e lavagem de dinheiro continua atacando a Justiça brasileira, inclusive já chamou do Supremo de acovardado, e agora saiu com mais uma dizendo se for preso será um preso político .
Postar um comentário