Objetivo


terça-feira, 24 de abril de 2018

PRISÃO NÃO É COLÔNIA DE FÉRIAS

Mais uma cena ridícula levada a cabo pelos
seguidores do ex-presidente condenado.
Os petralhas querem transformar a prisão do Lula,condenado a 12,1 por propina e lavagem de dinheiro, numa colônia de férias ou numa perna do tal Instituto Lula. A Gleisi Hofmann e seu colega Lindenberg Farias não fazem outra coisa a não ser levar gente pelo braço pra tentar entrar na confortável cela onde está o ex-presidente. Foi assim que lá chegaram a ex-terrorista Wanda, mais conhecida por Dilma Roussef que ficou perambulando por ali, e também o filósofo comunista Leonardo Boff,dentre outros.O destemperado deputado do PT, Paulo Pimenta prometeu invadir a sede da PF,mas até agora não cumpriu sua valentia fronteiriça. Enquanto isto, a juíza federal Carolina Lebbo vai evitando, dentro da lei, este abuso que teimam em perpetrar os membros desta seita vermelha.
Aqui estão os invasores do MST defendendo
o condenado por propina e lavagem de dinheiro.
A Polícia Federal já teria gasto até agora com os custos de manutenção do condenado mais de R$150 mil.Portanto, seria de bom alvitre que o mesmo fosse cumprir sua pena numa penitenciária federal, longe dos holofotes e da petralhada. Não sabemos porquê até o momento não foi providenciada esta transferência,que acabaria com a romaria de asseclas e adoradores em Curitiba.
As pessoas que moram no entorno, onde fica a sede da Polícia Federal tem sofrido com interdição de ruas, sujeira , gritaria e mesmo a presença de estranhos com modos de vida totalmente destoantes de uma cidade civilizada. Fotos foram publicadas nas redes sociais com homens e mulheres fazendo suas necessidades nessas ruas. Fotos do Google.
Postar um comentário