Objetivo


quarta-feira, 19 de maio de 2010

POLÍTICA - DIPLOMACIA DOS TRAPALÕAES

OPINIÃO

Reynivaldo Brito

A diplomacia tupiniquim ainda estava festejando o desastrado e inócuo acordo entre Irã , Turquia e Brasil. Foram poucas horas de euforia e bolinhos até que as cinco potências que compõem o Conselho de Segurança da ONU reagiram e apresentaram um esboço das sanções que serão aplicadas, caso o Irã dos aitolás não apresente seu misterioso plano nuclear à Agência Internacional de Energia Atômica.
Sabemos que o Brasil não foi descoberto agora ,e sim, em 1500, e que tem uma dimensão continental com mais de 200 milhões de habitantes.Porém, é preciso andar com cautela para alcançar a sua real posição no cenário internacional. Queimar etapas bruscamente sempre foi desaconselhado por qualquer pessoa de bom senso.
Expor agora esta cara de ingenuidade , para não dizer de besta, perante a opinião pública internacional só faz prejudicar a imagem do nosso país.
Agora em junho foi a vez do embaixador sediado no Paraguai e o próprio Itamaraty que não sabiam de nada do que estava ocorrendo no Paraguai .Assim  o presidente Fernando  Lugo foi afastado por um impeachment meteórico  que durou apenas 30 horas e todos o corpo diplomático só soube quando a imprensa estampou a notícia.
Este assessor Marco Aurélio é o retrato da nossa diplomacia...
Postar um comentário