Objetivo


terça-feira, 18 de setembro de 2012

DETRAN DESRESPEITA PRIORIDADE DO IDOSO


Descobri ao acaso que minha carteira de motorista estava vencida. Ao constatar,  saí do escritório e fui imediatamente ao SAC , no shopping Iguatemi, onde em menos de uma hora saí de lá com o comprovante o qual constava a marcação do exame de vista, para o dia seguinte às 11 horas.   Ao indagar por que daquela clínica  fui informado pelo   funcionário que a clínica é marcada através de sorteio. Por azar meu  ou coincidência as três últimas vezes que procurei renovar a carteira fui "sorteado", entre milhares de pessoas para a mesma clínica, que fica no bairro do Rio Vermelho, Rua Odilon Santos, 174. Uma rua movimentadíssima e, que só tem uma sinaleira bem longe da referida clínica, o que constitui problema para a locomoção das pessoas.Já fiz o exame e, e já recebi a nova carteira.
Sou obrigado a trocar a carteira de motorista de dois em dois anos devido a idade. No SAC fui atendido com a fichinha de Prioridade, por já ter passado dos 60 anos. Tudo funcionou bem. Cheguei, me dirigi à recepção e, lá me pediram um comprovante de residência e a carteira de identidade. Fui ao local onde está o posto da Embasa, solicitei uma segunda via do meu recibo de água e  me dirigi ao box onde tem uma xerox para fotocopiar os documentos. Retornei e aguardei até a minha chamada. Em menos de 20 minutos fui chamado e atendido com certa  presteza,embora o funcionário que preencheu o meu laudo estivesse de mal humor. Se fosse mulher, diríamos que estava com TPM, como era um corôa diremos que estava stressado.
No dia seguinte rumei par a clínica Psitrans, no Rio Vermelho. Aí começou o meu suplício. Quando cheguei respirei aliviado ao ler um pequeno cartaz  onde está escrito que as pessoas com mais de 60 anos teriam prioridade.A sala estava completamente lotada! No local tem apenas 12 cadeiras plásticas, embora lá estivessem umas 30 pessoas. Estranhamente, tinha uma cadeira vaga. Me dirigi para ocupá-la.Logo  fui obrigado a sair ,porque um imenso e barulhento ventilador estava exatamente dirigido para ela, razão porque ninguém se atrevia a sentar ali. Levantei e, assim, permaneci por quase duas horas em pé.
 Por três vezes falei com um recepcionista,  que me respondia , quase automaticamente, que em breve seria chamado. Nada! Mais de 30 pessoas foram chamados em minha frente, inclusive alguns idosos que chegaram depois de mim. Não entendi o critério... Se  é que existe.
Ao entrar procurei saber do médico o porquê da demora. Ele me informou que no dia anterior o sistema tinha dado uma pane e que muitos que estavam tirando a carteira pela primeira vez foram logo atendidos. Adiantou que esta é a recomendação do Detran, que atenda primeiro os que estão tirando a carteira pela primeira vez e a renovação vem em segundo plano.
Vejam, que insensatez dos burocratas do Detran!Para  a renovação, pressupõe-se que esta clientela  é formada de pessoas que já têm  carteira de motorista há alguns anos e, ai estão incluídos muitas senhores e senhoras com 60 ou mais anos. Quer dizer, a regra de prioridade é desrespeitada pelo Detran ao recomendar que os que estão tirando a carteira pela primeira vez, são atendidos primeiro e ai a grande maioria é composta de jovens.
E assim vai o nosso Brasil onde as próprias instituições desrespeitam a lei!
Postar um comentário