Objetivo


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

OS TERCEIRIZADOS DA GREVE DOS BANCÁRIOS

Foto google
O nosso país está dominado por minorias, sindicalistas e outros istas que depredam o patrimônio público e privado; roubam o dinheiro da saúde, da educação; interditam ruas e estradas; fecham escolas , bancos e correio e, nada acontece. Impedem o direito de ir e vir e não cumprem o que manda a legislação trabalhista de colocar 30% das agências para funcionar.
A última agora é que surgiu uma nova categoria. Os terceirizados de greve. É isto mesmo, os bancários terceirizaram a greve contratando centenas de pessoas para ficarem na porta das agências impedindo que as pessoas tenham acesso. Hoje, por volta das 11 horas, fui impedido de entrar no local onde ficam os caixas eletrônicos da agência do banco Itaú, localizado na Avenida Tancredo Neves. Um jovem negro, corpulento, certamente  terceirizado, estava impedindo o acesso juntamente com várias mulheres. Os caixas, ficam do lado de fora da agência e vinham funcionando normalmente até ontem. É preciso que o Ministério Público do Trabalho investigue esta terceirização e, também, o não cumprimento dos 30% , além desta atitude abusiva de impedir acesso aos caixas eletrônicos.
Os bancários não estão  incomodados se a população está prejudicada. Já vai quase uma semana de greve . É verdade, que principalmente, os oficiais Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal são recordistas em filas imensas e o atendimento é dos piores. São funcionários concursados que estão na malemolência do serviço público. Já nos bancos particulares o emprego tem que ser garantido no dia a dia e, assim, as pessoas ficam mais atentas e o atendimento normalmente é melhor. Mesmo assim encontramos filas imensas, a exemplo de algumas agências do Bradesco, e também má vontade de alguns. É preciso reclamar quando isto acontece, com o gerente da agência.
Postar um comentário