Objetivo


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

OS MENSALEIROS DO PSDB

Os operadores do mensalão em Minas Gerais tinham ramificações também pelo PSDB local . A primeira condenação acaba de ser anunciada .Lá na frente certamente, este condenado vai se agarrar nos espúrios  recursos e mais recursos que a legislação penal oferece aos que podem pagar advogados famosos.
Trata-se do ex-diretor do Banco Rural, Nélio Brant Magalhães, condenado a nove anos e nove meses de prisão por envolvimento no chamado mensalão mineiro. Ele vai recorrer em liberdade.
Nélio é o primeiro réu condenado deste esquema, também deprimente,  que segundo a Justiça desviou R$3,5 milhões em recursos públicos para  financiar campanha do ex-governador mineiro Eduardo Azeredo ( PSDB).
O esquema ocorreu cinco anos depois do mensalão do PT, e também, foi operado pelo publicitário Marcos Valério Fernandes de Souza , condenado a 40 anos e 4 meses pelo Supremo Tribunal Federal.
São seis processos que tramitam em diferentes esferas da Justiça. Segundo a polícia os tais empréstimos fictícios que seriam concedidos pelo Banco Rural sem exigência de garantias foram usados para encobrir desvios de verbas de empresas públicas, usadas na campanha .
Eduardo Azeredo , atualmente é deputado federal, e o senador Clésio Andrade , este do PMDB, - foi candidato a vice-governador na época, serão julgados pelo Supremo Tribunal Federal, e caso sejam condenados terão à sua disposição os tais embargos infringentes, que o STF deixou lá guardado no seu regimento e, agora são usados pelos grandões.
Como sempre acontece, os réus negam os crimes de que são acusados. Vamos acompanhar.

Postar um comentário