Objetivo


terça-feira, 6 de dezembro de 2016

BAIANOS SAÍRAM AS RUAS PROTESTANDO CONTRA RENAN CALHEIROS

Mais uma vez os baianos saíram às ruas para protestar. Desta vez contra a presença de Renan Calheiros no Senado Federal. Um parlamentar que já renunciou para não ser cassado na legislatura passada, e depois foi reeleito pelos alagoanos . É bom lembrar que ele renunciou diante das denúncias de que uma construtora estava pagando as despesas de sua amante.Mesmo assim, foi reconduzido à Presidência do Senado Federal, com o apoio da maioria dos atuais senadores, numa prova incontestável de desrespeito à Justiça e ao povo brasileiro. Aliás, o próprio Supremo Tribunal Federal levou nada menos que nove anos , repito nove anos , para transformar Renan Calheiros em réu.
Como uma corporação organizada para desrespeitar a vontade do povo e as leis do país o Congresso Nacional abriga centenas de parlamentares envolvidos em corrupção, investigados ou citados em várias colaborações à Justiça. São estes senhores que se perpetuam no poder que estão legislando ou seja fazendo as leis do país. São eles que nas madrugadas tramam contra a Lava-Jato, a Ética e a decência. Continuam gastando milhões e milhões de reais em viagens turísticas, planos de saúde e dentário sem qualquer limite, carros luxuosos e seguranças. Tem senadores que tem mais de uma centena de auxiliares. O mesmo acontece na Câmara Federal, enquanto o governo quer mais sacrifício do povo, especialmente da classe média, que está cada vez mais empobrecida. Soube que a alíquota do Imposto de Renda vai aumentar de 27,5 para 35 por cento.

Na manifestação de ontem no Farol da Barra, a Polícia Militar que é comandada por um governador petista, não permitiu que o carro de som se deslocasse do Farol da Barra até o Cristo, esvaziando o ânimo dos participantes. Mesmo assim, saímos andando e gritando contra a corrupção e os corruptos. Fico triste quando vejo a leniência de nós baianos. Esperava muito mais gente nesta manifestação porque não é hora de acomodação. Acorda gente antes que seja tarde demais.

Postar um comentário