Objetivo


quarta-feira, 8 de março de 2017

AINDA FALTAM OS PEIXES GRANDES



O senador do PMDB , Valdir Raupp agora é réu no STF
Ainda não foi desta vez que os tubarões da política nacional são transformados em réus pelo Supremo Tribunal Federal. Dezenas de processos envolvendo políticos como Sarney, Edson Lobão, Renan Calheiros, Fernando Pimentel, Aécio Neves, Jarbas Vasconcelos, Romero Jucá, Collor de Melo e muitos outros, dormitam nas prateleiras e gavetas deste tribunal que anda a passos de cágado.
Ontem, a Segunda Turma do STF, aceitou a denúncia da Procuradoria Geral da República contra o senador Valdir Raupp, do PMDB, de Roraima. É um peixe de segunda linha. Basta dizer que o Renan Calheiros , peixe grande, tem nada menos que nove processos no STF e alguns dormitam há anos .
Imagine agora com estas delações dos 77 executivos da maior construtora  do país.A Odebrecht  está envolvida até os olhos  no mega esquema de corrupção do Planeta. Quantos processos vão ficar nas prateleiras esperando que os vaidosos magistrados da Alta Corte resolvam manuseá-los para autorizar que sejam investigados? 
Trata-se dos protegidos pela excrescência do foro privilegiado, que apostam na prescrição, ou seja que os processos  vão morrer pelo caminho, antes do julgamento.
De acordo com a denúncia, Valdir Raupp é acusado de receber R$ 500 mil em doações eleitorais da empreiteira Queiroz Galvão, investigada na Lava Jato. Para os investigadores, o valor tem origem em desvios de contratos da Petrobras.
Segundo a investigação, o dinheiro teria sido solicitado a Paulo Roberto Costa e operacionalizado pelo doleiro Alberto Yousseff. Segundo a PGR, o recebimento dos valores contou com a participação de Pedro Roberto Rocha e Maria Cléia Santos, dois assessores do senador, que também se tornaram réus.

Postar um comentário