Objetivo


segunda-feira, 10 de julho de 2017

POLÍTICOS E PARTIDOS OPORTUNISTAS

                                                                                                                                    Foto Google
Os senadores do PSDB ameaçam desembarcar do governo.
 Uma posição oportunista e que demonstra que eles
não tem compromisso com o nosso país.
Aprendemos desde criança alguns fundamentos de convivência e de respeito ao ser humano , especialmente aos mais velhos, crianças , mulheres e as pessoas humildes.
Nossos pais muitas  vezes não tiveram oportunidade de cursar uma universidade, mas aprenderam  com seus antepassados valores importantes, os quais nos transmitiram  e que nos norteiam até hoje.  
 Por isto, não toleramos alguns comportamentos que no decorrer das nossas vidas profissional e pessoal vamos nos  deparando.
Lembramos das traições, principalmente de pessoas que ajudamos com orientações,empregos, e outros benefícios, retirando-os de situações muito delicadas, e  na primeira oportunidade fizeram grandes sacanagens conosco.
A vida é assim, e  só conhecemos as pessoas e os verdadeiros amigos nas horas das dificuldades.A grande maioria infelizmente cai fora,porque vive ao nosso redor até quando formos capazes de lhes proporcionar algumas vantagens.  
Uma prova cabal  é quando perdemos um cargo importante ou nos aposentamos. Ocorre uma debandada, e se por acaso precisarmos de algum favor ou ajuda deles, podem ter certeza que as portas estarão fechadas.
 Escrevo estas palavras acima para falar do que ora ocorre com a política brasileira. Bastou uma denúncia de um corruptor desqualificado contra o presidente Temer para políticos oportunistas começarem a desembarcar, e agora cinicamente vem o Tasso Jeriessati e o Cunha Lima, senadores do PSDB, que tem 4 ministérios no Governo, a dar seguidas declarações  de que vão sair do governo. 
Outros , até mesmo do PMDB, partido do presidente, começam a criticar e mostrar este lado terrível do ser humano que é o interesse próprio acima de tudo, porque estão visando as próximas eleições. 
Todos esses não têm qualquer preocupação com o país, que precisa urgente destas reformas, as quais bem ou mal o Temer está tentando incrementar. Foram 14 anos de governos petralhas, sem falar nos dois mandatos de Fernando Henrique Cardoso, e nenhum deles conseguiu fazer reformas, preocupados com a popularidade. 
O Temer está fazendo o que todos eles não fizeram neste período. Portanto, vamos deixar o Temer trabalhar, e depois ele responderá pelos crimes que lhes estão sendo imputados , se é que os cometeu.

Postar um comentário