Objetivo


sexta-feira, 18 de julho de 2014

PEDESTRES EXPULSOS DAS CALÇADAS EM RIBEIRA DO POMBAL

Crianças  são obrigadas a andar no meio da rua correndo risco de vida.
As calçadas de Ribeira do Pombal, principalmente as do centro da cidade estão ocupados por mesas e cadeiras de  bares, materiais de construção, motos, produtos dos mais diversos e a Prefeitura não toma qualquer medida para devolver as calçadas aos pedestres.
Calçada totalmente ocupada por mesas e cadeiras
São os donos das ruas. A dificuldade em combater o abuso me parece que é por causa do parentesco, da politicagem e o medo de desagradar. Mas, quem deixa de cumprir a lei e os regulamentos está sujeito ou passível de ser penalizado, quer sejam as pessoas que estão invadindo as calçadas como também as autoridades que deixam de agir em defesa da maioria.
Estudantes são obrigados a subir num monte de areia a caminho da escola.
                                                                                                                         .
Este caminhão fecha a rua completamente e as motos ocupam a calçada.Difícil andar por ai.



Veja o que diz o Código de Trânsito :
O Anexo I do Código de Trânsito Brasileiro - CTB faz uma distinção entre calçada e passeio:
CALÇADA parte da via, normalmente segregada e em nível diferente, não destinada à circulação de veículos, reservada ao trânsito de pedestres e, quando possível, à implantação de mobiliário urbano, sinalização, vegetação e outros fins.
Também nas ruas de bairros afastados
o problema continua
Vejam que absurdo nesta rua.Até a pista de
 rolamento serve para guardar  materiais.
A nossa cidade está conhecida como a cidade dos bares. Amigos meus de cidades vizinhas chegam a brincar dizendo que o nome não deveria ser Ribeira do Pombal e sim, Ribeira do Pombar. As calçadas , especialmente as dos centro da cidade, estão tomadas por mesas e cadeiras, obrigando o pedestre a andar pelo meio da rua. Mas, não somente os bares  tomaram de assalto as calçadas de Ribeira do Pombal.Outros comerciantes também expõem seus produtos nas calçadas, motoristas estacionam seus carros e os motoqueiros suas motos barulhentas.
Existem calçadas, onde restos de materiais de construção estão por lá há vários meses. Os que fazem reformas e novas construções ocupam escancaradamente as calçadas e os  pedestres ficam expostos de serem atropelados porque andam no leito das pistas de rolamento.

Este aqui chega a ocupar  calçadas de duas ruas
A Prefeitura Municipal não toma qualquer providência  , contribuindo assim para o aumento do abuso em prejuízo para a grande maioria da população. Onde estão os fiscais que mensalmente recebem o salário da Prefeitura? Já foi formulada uma representação junto ao Ministério Público que certamente tomará uma providência junto aos órgãos fiscalizadores da Prefeitura. Por falta de denúncia não é. Várias fotos foram encaminhadas inclusive à Prefeitura e, não era preciso, porque os fiscais devem andar pelas ruas e sabem exatamente onde há desobediência aos regulamentos e leis municipais.








Postar um comentário