Objetivo


terça-feira, 27 de outubro de 2015

A EPIDEMIA DA CORRUPÇÃO CONTAMINOU O PAÍS

                                                                                          Foto Google
O importante papel que a PF vem fazendo é digno
de elogio e admiração dos brasileiros.
Estamos diante de um quadro clínico de epidemia. Trata-se da epidemia da corrupção que tomou de assalto o país e contaminou  o seu território. Todos os dias novas denúncias e fatos comprovam que estão surrupiando o dinheiro público e distribuindo com seus amigos e apoiadores. É na Petrobras, nos Fundos de Pensão, no CARF, nos ministérios, enfim, em vários órgãos públicos. Para onde se olha, surgem denúncias com provas cabais.
O pior, é a cara de pau desses dirigentes de afirmarem  que não existe corrupção no governo. Então onde está a corrupção? Por acaso a Petrobras, os Fundos de Pensão, os ministérios , o CARF,etc, etc . não pertencem ao governo?  A quem pertence então ?
A Dilma deu uma entrevista na CNN em setembro e, só agora foi ao ar , onde afirma que “não há corrupção no meu governo”. Só se ela já se considera fora do governo e, que o Lula é quem está comandando o Palácio do Planalto . Do contrário, a corrupção é sim no seu governo . A Operação Lava-Jato está ai todos os dias revelando novos crimes cometidos contra o país. Fora várias outras ações da PF e do MPF.
Na semana passada foi repatriado o petista Henrique Pizzolato, ex-diretor de marketing do Banco do Brasil, no governo Lula, que é um importante militante petista e, foi encarregado de criar um tal de Banco do Povo.
 Está trancafiado na Papuda, depois de fugir  para a Itália com documentos falsos de um irmão já falecido. Portanto, além de roubar o dinheiro do Banco do Brasil ainda cometeu o crime de falsificação de documentos.
No dia 26 último , a Polícia Federal fez  uma operação chamada Zelotes onde apreendeu documentos e computadores na empresa do filho caçula do Lula, o Luís Cláudio, e prendeu envolvidos na corrupção do CARF, Conselho Administrativo da Receita Federal.
Na semana passada um delator disse que o pecuarista José Bumlai,  amigo do ex-presidente, teria exigido 1,5 de reais de propina da Petrobras para que a nora do Lula quitasse uma dívida de um imóvel. Bumlai nega e diz que tomou um empréstimo a Fernando Baiano. Uma desculpa que para os investigadores não parece colar.
São mais de 13 anos de corrupção ativa, que aos poucos começa a ser desvendada  e ganha proporções inimagináveis. O volume de dinheiro desviado é tamanho que o cidadão brasileiro comum fica atônito e quase achando que é exagero.
Depois do mensalão acreditava-se que o avanço da corrupção estaria estancado. Que nada! Até surgir o Petrolão, que é o maior escândalo na história do mundo moderno.
Não sabemos onde isto vai parar. O governo da Dilma mostrou-se incompetente e leniente com toda esta corrupção que lhe cerca. Está tão atrapalhada que troca palavras em seus discursos e, é incapaz de concatenar as ideias. Quando ela faz algum pronunciamento os brasileiros já ficam esperando frases desconexas ,que logo se transformam em virais nas redes sociais. Ninguém a leva a sério.
Postar um comentário