Objetivo


quarta-feira, 8 de junho de 2016

JANOT FUROU A FILA DOS PEDIDOS DE PRISÃO ?

Renan Calheiros, Eduardo Cunha, Romero Jucá e José Sarney
na mira da Procuradoria Geral da República.
Estes pedidos de prisão do ex-presidente José Sarney, dos senadores Renan Calheiros e  Romero Jucá, e do deputado Eduardo Cunha mostra que o Procurador Rodrigo Janot está fazendo trabalho seletivo? Existem na Procuradoria denúncias contra Lula, Palloci, Mercadante, Wagner, Edinho , Mantega e muitos outros petistas. Algumas dessas denúncias chegaram muito antes, e até hoje  ele não se pronunciou.
Estamos numa situação de crises econômica e política, e logo agora, Janot atinge em cheio a cúpula do PMDB fortalecendo a reação dos petistas e de seus apoiadores contra o impeachment da incompetente da Dilma, que destroçou as finanças do país, governou no período mais corrupto da República e desempregou, até agora ,11,4 milhões de brasileiros.
Não sabemos o que está por trás desta decisão do Janot , mas que parece estranha, parece. Não há como negar que deixou chocados os políticos e os brasileiros que acompanham a cena política , Sabemos que  entre os nomes dos pedidos de prisão  não botaríamos a mão no fogo por nenhum deles.
 Mas, existem outros muito mais perigosos, que estão ai tramando contra a Lava Jato. Procure escutar ou ler a conversa do vice-presidente do Congresso , o senador petista Jorge Viana o que ele diz do juiz Sérgio Moro e da articulação com o advogado de Lula sobre os projetos do deputado petista Wadih Damous  que visam enfraquecer a Lava Jato.
 Eles querem alterar a instituição da Delação Premiada proibindo que presos façam denúncias, entre outras coisas. Uma ação tipica de através da legislação enfraquecer o combate à corrupção. Me parece isto ser bem mais grave.
Fato semelhante ocorreu na Itália contra a Operação Mãos Limpas, que beneficiou o Berlousconi e outros políticos acusados de corrupção.

Postar um comentário