Objetivo


quarta-feira, 31 de agosto de 2016

MANOBRA DE LEWANDOWSKI BENEFICIA DILMA

Manobra de petistas, apoiadores e Lewandowski
beneficia a Dilma Rouseff

Quem mandou elogiar antes o Lewandowski? Agora, ele conseguiu quase virar o jogo atendendo a uma solicitação dos petistas, indo de encontro a Constituição . Um regimento interno não pode sobrepor à Constituição isto é primário, não precisa ser jurista. Este lero lero dele foi pra confundir e justificar sua atitude de fatiar um artigo da Carta Magna. O pior é que  já tinha tudo pronto, inclusive a resposta da intervenção do senador Fernando Color de Mello
Se considerou impedido de decidir rejeitando a proposição dos petistas , alegando que assim estaria evitando uma possível ação no STF. Deu a entender que havia uma combinação anterior.
Quando veio a votação quanto à inabilitação para exercer cargo público o placar mudou . No impeachment o placar foi de 61 a 20, sem nenhuma abstenção.Apenas  42 ficaram a favor da inabilitação, 36 contra, e 3 abstenções, num claro desrespeito à Constituição, porque a perda do mandato está intrinsecamente ligada a inabilitação. 
Portanto, não se pode confiar neste PMDB, que não pensa no Brasil, e sim, em suas demandas pessoais. Temos que lutar por uma reforma política urgente.
Até o Renan Calheiros, que em todos os momentos não votou, resolveu no último instante dar uma mãozinha a Dilma. Foi o primeiro a votar contra a inabilitação. O pior é que exibia um exemplar da Constituição nas mãos dizendo que obedecia a Carta Magna, quando estava fazendo exatamente o contrário.Mentia. 
Esta decisão foi uma violação da Constituição e pode ser contestada no Supremo Tribunal Federal.
Pobre Brasil que tem um Parlamento, uma Justiça e ministros deste quilate...
Dilma , após ser condenada por cometer crimes fiscais e perder o cargo de presidente da República, ficou habilitada a exercer um cargo público. Como explicar isto ? Como entender que uma condenada pode até se candidatar nas próximas eleições ? Que Parlamento é este, que os brasileiros elegeram? 


Postar um comentário