Objetivo


segunda-feira, 26 de setembro de 2016

ABANDONO DO CENTRO DE CONVENÇÕES E DO TURISMO DE NEGÓCIOS

O Governo de Rui Costa ( PT) simplesmente abandonou o Centro de Convenções da Bahia, um dos equipamentos mais importantes para Salvador  que terminou desabando neste final de semana. Uma vergonha para a Salvador que tem vocação turística, e aqui se praticava muito o turismo de negócios, porque os profissionais que vinham participar de convenções, congressos e outros eventos empresariais e culturais aproveitavam para conhecer e visitar a nossa cidade.
O Centro de Convenções imponente antes dos governos petistas
Contrariando a sua propaganda oficial de que "A Bahia vai bem", este é o retrato do abandono que o Governo da Bahia está transformado o Estado , e  demonstra para todo o país, quando o seu mais importante equipamento de apoio ao turismo de negócios desabava por falta de manutenção e de atenção governamental.
Não foi por falta de aviso, porque o engenheiro Carlos Emílio Meneses Strauch, autor do projeto estrutural do centro de Convenções da Bahia, em 1970 , alertara que o Centro de Convenções não teria como reabrir sem antes sofrer uma manutenção importante.

PERIGO

Um congresso internacional de Odontologia estava programado para ser realizado no Centro de Convenções de 2 a 5 de novembro próximos . Felizmente, o piso desabou antes da realização deste evento , o que poderia ter consequências desastrosas se ele tivesse sido liberado como prometera o Governo do Estado.
O coordenador da Câmara de Engenharia Civil, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia - Crea - Bahia, Luiz Edmundo Campos afirmou aos jornais locais que " há riscos de novos desabamentos". Disse ainda que "tem uma laje inclinada e há possibilidade de cair sobre a guarita.
Do lado esquerdo, também , existem duas lajes em situação semelhante  às que caíram na sexta-feira, dia 24. Verificamos que as duas fachadas na parte de vidro e alumínio estão soltas.
Quanto as que desabaram não afetaram a estrutura do prédio por completo, e recomendamos que sejam demolidas as partes que estão penduradas".

AÇÃO DO SALITRE

Quando foi construído sempre tive uma sensação de que aquele equipamento, embora moderno e funcional, talvez não fosse adequado para aquele local, porque sua construção era toda em estrutura de ferro e aço como acontece com o belo prédio da Federação do Comércio, que fica na Avenida Tancredo Neves.
Já o prédio do Centro de Convenções recebe muita brisa que vem do mar, e aquela área é conhecida por ser muito salitrosa. Lembro que o shopping Aeroclube se deteriorou em pouco tempo, também ,devido a  proximidade com o mar.
A falta de manutenção com este importante equipamento
resultou no desabamento parcial de sua estrutura.
O que ocorreu no Centro de Convenções foi a demora em promover a manutenção. Quando decidiram já era tarde . Os operários estavam reforçando os tirantes que se romperam e a laje desabou. A empresa que está realizando a reforma é a Metro Engenharia e Consultoria que assinou o contrato em setembro de 2015 no valor de R$5,3 milhões. Estavam previstos a substituição das vigas, da estrutura metálica e das vigas de travamento, além da reforma das torres de saída de emergência.
Muitos dizem que o ideal é demolir o imóvel e construir em outro local, porque a reforma terá que ser reavaliada e vai custar bem mais caro.
A perícia ainda vai ser feita, quando os técnicos vão determinar se haverá condições de aproveitar alguma coisa do que restou em pé.
Lamentável, mais esta perda para a Bahia depois da Cesta do Povo, Instituto Mauá,  Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola - EDBA, e está m andamento o desmonte da Companhia Baiana de Produção Mineral - CBPM.
Postar um comentário