Objetivo


segunda-feira, 9 de agosto de 2010

POLÍTICA - CONHEÇO MINHA MÃE

OPINIÃO
Reynivaldo Brito

O povo brasileiro não está precisando de mãe. Mesmo porque cada um de nós tem a sua. A minha é uma guerreira, mulher sertaneja , lutadora, doce e firme. Hoje, com 93 anos de idade, não pode abrir mão da sua maternidade, mesmo em sentido figurado, através de uma frase criada por marketeiros para jogar no colo dos ingênuos uma figura criada artificialmente.
Acredito, até, que aqueles que já tiveram a infelicidade de perder suas mães, por circunstâncias e transitoriedade da vida, prezam as memórias de suas genitoras. Portanto, não entregaríamos a maternidade de nossas mães e, tampouco do Brasil para uma política qualquer. A política que teimam em apresenta-la como mãe é talvez menos indicada para assumir a maternidade.
Participei do movimento estudantil lutando contra a ditadura, tive que abandonar um emprego público federal e fui impedido de estudar durante dois anos na então Faculdade de Filosofia, da UFBA, onde cursava Ciencias Sociais.
Por estas e outras, é que fico revoltado quando vejo o país nas mãos de mensaleiros, que vivem preocupados em se locupletar do estado brasileiro partidarizando ministérios, secretarias de estados, fundações, bancos oficiais, agências reguladoras, etc, e até mesmo cooptando autênticos movimentos sociais.Coitada da heróica UNE!
Temos hoje um governo nefasto como classificou recentemente o então candidato derrotado a Presidente pelo PSOL , Plínio de Arruda Sampaio, um dos homens mais lúcidos deste país, e fundador do partido que se transformou em trincheira dos mensaleiros.
Para os apressados de carteirinha, informo que não sou vinculado a qualquer partido político. Sou um cidadão livre que escolhe seus candidatos a cargos de acordo minha consciência, procurando sempre aqueles que realmente estão comprometidos com um trabalho sério voltado para o bem de nosso país. Chega de manipulação !
Vamos também refutar com veemência com este chavão de querer taxar de direitistas as pessoas que são contra este governo . A unanimidade é burra . Os 87% de aprovação devem ser observados com cuidado e restrições neste nosso país que tem um alto índice de incultos e analfabetos .Basta observar que mais de 1.300 mil pessoas votaram no Tiririca. É preciso dizer mais? Sem falar na profícua relação dos mensaleiros e corruptos.
Vejam vocês que acaba de ser divulgado o resultado do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD, e segundo o documento, o Brasil é o terceiro em desigualdade de renda ,empatado com o Equador. Pode?
Direita é quem usa os mesmos métodos dos corruptos dos séculos passados e, alguns do presente , inventando dossiês e quebrando o sagrado sigilo bancário até de um pobre caseiro.
Postar um comentário