Objetivo


sábado, 6 de outubro de 2012

REGULAÇÃO DA MÍDIA



          REGULAÇÃO DA  MÍDIA

Uma coisa que todos os ditadores não abrem mão é do controle da mídia. Os regimes totalitários como o de 64 aqui no Brasil, da Rússia, da China e  Cuba, dentre muitos outros mantiveram ou mantém o controle da imprensa. O PT é recorrente em tentar controlar a mídia criando uns fajutos conselhos de comunicação, formados por asseclas, que se submetem a sua ideologia estatizante, constantemente expressa na voz de seus representantes.
Agora é o deputado José Guimarães, irmão do ex-presidente do PT, José Genoíno que está sendo processado pelo Supremo Tribunal Federal  de Justiça acusado de ligação com o pessoal do mensalão . Este seu irmão ficou conhecido nacionalmente porque um seu assessor foi preso em 2005 no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com R$ 200 mil escondidos numa mala e mais U$100 mil dólares na cueca. Isto mesmo na cueca!
Inconformado com a exposição negativa na mídia do parente , que jogou no lixo sua história de vida de militante, sabe-se que até pegou em armas no Araguaia, e terminou se envolvendo com o mensalão. Ele mesmo disse recentemente que foi torturado pela ditadura e que agora é também pela mídia. Ai o irmão, , está fazendo uma campanha junto à brigada militante para censurar a imprensa. Para ele “ a mídia não pode ser partido político”. “Temos que reagir à altura de setores da mídia brasileira que querem interditar o projeto do PT”.
Se o projeto do PT é censurar a imprensa nós defendemos esta mídia que ele quer combater e a qual ele classifica com sua visão turva de reacionária. É porque eles idealizaram um estado totalitário onde todos rezam pela mesma cartilha.Defendem a diversidade , mas no fundo são contra.
Voltando aos conselhões, criados em todo o país, ficamos abismados é com a posição da Associação Brasileira de Imprensa e da Federação Nacional de Jornalistas que não se pronunciam contra esta iniciativa bizarra, que mais parece que vivemos nos tempos de Mussolini e outros ditadores que deixaram seus rastros  de crueldade registrados pelas atrocidades na História Universal. A Dilma, que se apresenta, em algumas horas, toda soft, também já criou o seu conselhão. Este pessoal não aceita crítica, gosta da mídia puxa saco e de militantes, que rezam pelos ditames totalitários.
As brigadas de blogueiros alinhadas a este pessoal já foi convocada e estão agindo em pleno vapor. A declaração recente  de Rui Falcão, presidente do PT,   lembra um daqueles falcões militares americanos, só que na extrema esquerda, quando diz “ a mídia conservadora é instrumento de uma elite suja e reacionária”. Eu particularmente não sou conservador, não sou sujo , nem reacionário. Apenas discordo, como bom democrata ,desde os tempos do movimento estudantil da década de 60  e não aceito mensaleiros, conselhões, aloprados  e todas as formas de controlar os meios de comunicação. Isto é a censura abominável.
É assim que funciona. Se qualquer órgão da mídia é a favor, ótimo, está no caminho certo. Se é contra é golpe das classes privilegiadas, é mídia conservadora. Liberal é meter a mão no dinheiro público, comprar parlamentar corrupto e assim por diante. Tudo vale para manter-se no poder. O pior de tudo é que o Lula fica posando de que não sabia de nada. Já chega de falsos inocentes. E a esperteza dele não combina com esta falta de conhecimento da existência do mensalão comandado de dentro do Palácio do Planalto,onde ele trabalhou todos os dias, durante oito  anos!
 Vejam você que até a Comissão de Ética criada pelo governo petista que fiscalizar os funcionários públicos terminou por ser vítima da interferência do governo, resultando na saída do jurista Sepúlveda Pertence, um dos mais combatentes profissionais do Direito contra a ditadura militar. Devido a pareceres dados pela baiana Marília Muricy e por Fábio Coutinho, que contrariaram os interesses do Palácio do Planalto, os dois foram afastados do Conselho . Marília Muricy tinha recomendado a demissão do então Ministro Carlos Lupi, envolvido com uma série de denúncias, o qual terminou sendo destituido do cargo. Já Fábio Coutinho fez também um relatório propondo advertir o atual Ministro Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, por sua atuação como consultor nos anos de 2009 a 2011, considerado pelo Conselho de Ética atitude incompatível com o cargo. Com a não recondução desses dois membros, Sepulveda Pertence decidiu pedir demissão, inconformado com a interferência do governo petista.
Postar um comentário