Objetivo


quinta-feira, 21 de abril de 2016

UMA PRESIDENTE QUE FALA MAL DO PRÓPRIO PAÍS

Dilma recuou de última hora e, na ONU falou das dificuldades.
Com os jornalistas estrangeiros voltou a repetir o mantr
a
do golpe, prejudicando a imagem do Brasil.
Todos os países investem milhões e milhões de dólares para fazer uma boa imagem no mundo visando atrair turistas e investimentos. Aqui as autoridades são a primeiras a fazer uma imagem ruim do Brasil apregoando para a imprensa internacional que o impeachment é um golpe e, que a presidente  não cometeu qualquer crime. 
Mais recentemente foi a própria presidente que convocou por duas vezes os correspondentes estrangeiros e repetiu o mantra petista que "Não vai ter golpe". Ela mesma se posicionou como uma vítima da direita. Não é verdade,a Dilma está sendo vítima do desgoverno, da corrupção , da sua incapacidade de governar e por ter cometido crime de Responsabilidade Fiscal.


Agora, está de malas prontas para ir à Nova Iorque falar mal do Brasil na ONU, se colocando como vítima de um golpe em andamento, mesmo a Suprema Corte já tendo decidido que o processo de impeachment é constitucional e, que  até agora não vislumbrou nada fora da normalidade democrática. 
Certamente lá   será questionada por jornalistas e vai dar sua versão caolha de que não cometeu crime.
Só a compra da sucateada refinaria Pasadena por um preço exorbitante, bem acima do mercado, seria suficiente para afastá-la .A búlgara causou um grave prejuízo à Petrobras, quando era a presidente do Conselho da empresa e deu o seu aval para realização desta transação. Também, descumpriu a lei da Responsabilidade Fiscal e cometeu um estelionato eleitoral ao mentir durante toda a campanha, além, de sua campanha ter sido turbinada com dinheiro de propina da Petrobras, segundo colaboradores da Justiça na Lava Jato.
Brasileiros protestam em Nova Iorque  contra a Dilma.

Parece que incentivada por péssimos assessores  está reticente e, disse que vai mesmo falar mal do seu próprio país para uma plateia de chefes de estados e assessores. Deveria agir  justamente ao contrário, aproveitando da oportunidade para mostrar otimismo dizendo que o Brasil vai se recuperar dessas crises que ora estamos enfrentando.
Coube à senadora Gleise Hoffmann, do PT,  que também está com seu nome citado algumas vezes na operação Lava Jato, e certamente deverá ser alvo de investigação, reafirmar que a Dilma deve mesmo falar de .que está ocorrendo um  golpe em nosso país.
Alguns cartazes já apareceram no exterior "denunciando o golpe". Quem pagou estes cartazes prejudiciais ao nosso país ?
Assisti um programa "Clube dos Correspondentes" , da Globo News, onde pude ver alguns jornalistas estrangeiros, que nem sabem falar a nossa língua, palpitando completamente equivocados, mostrando desconhecimento do nosso país e da nossa gente.
 Antes de vir pra cá deveriam aprender corretamente o Português e estudar a nossa História . Não têm informações suficientes pra entender o nosso país e o sistema de governo.Ficam ai como verdadeiros papagaios de repetição que se preocupam em copiar ou gravar o que o entrevistado está falando,embasbacados com o exotismo de parlamentares e falsos líderes populistas.
Postar um comentário