Objetivo


domingo, 1 de julho de 2012

RELIGIÃO - D. SALETE “RECEBE” UMA JUNTA MÉDICA MAS NÃO CURA NINGUÉM

RELIGIÃO
A TARDE SEGUNDA-FEIRA, 22 DE JANEIRO DE 1973



Aracaju ( Enviado Especial Reynivaldo Brito) As manifestações dos espíritos dos “médicos” Fritz, Esvzy, Katalexe e Daviani recebidos em Aracaju pela médium Salete Bezerra de Oliveira ainda não conseguiram realizar curas milagrosas e, no entanto continuam atraindo milhares de pessoas entre curiosos, desenganados e neuróticos.
Desde as primeiras horas da manhã que centenas de pessoas vão chegando e se concentrando em frente a uma casinha humilde em Aracaju para disputar uma ficha que dá direito a uma “consulta”. A grande maioria da população já tomou conhecimento da existência da médium e inclusive muitos afirmam ter ela curado alguém. Mas são incapazes de apontar uma cura sequer.
 Na foto ao lado D. Salete em plena atividade. O cliente é uma pobre criança cega.
Tudo não passa do “ouvir dizer”. O caso mais comentado naquela cidade é a “operação” que d. Salete Oliveira teria feito no ex-prefeito de Aracaju, o engenheiro Jorge Neto, que tem um sério problema circulatório e já foi examinado pelo Dr. Zerbimi, o pioneiro dos transplantes no país. Na residência do Dr. Jorge Neto, os seus familiares não confirmaram a operação e ele continua em estado de convalescença, depois de ter sido acometido por uma crise circulatória. Outro que teria sido operado por d. Salete, Otávio Penalva, negou à reportagem de “A Tarde” afirmando que a única doença que sofre é de miopia e que ele continua míope. Disse ter estado com d. Salete porém há alguns meses “antes dela ser promovida”.

                                                   NINGUÉM ACREDITA

O médico Otávio Penalva, um dos mais conceituados obstetras de Aracaju, é espírita. Disse ele " que embora acredite no espiritismo não creio de forma alguma que esta senhora seja capaz de realizar curas.O que pode estar acontecendo é que alguns neuróticos (o mundo está cheio deles) se auto-sugestionam com a história e realmente melhoram de saúde. É o caso de muitas pessoas que só contam num determinado médico e quando o profissional é chamado logo em seguida sentem-se melhor."
Nas fotos à direita o Monsenhor Machado que disse que " isto é coisa do diabo". O médico Otávio Penalva : "não vejo como acreditar que esta mulher esteja curando". O terceiro é o sr. Miguel Oliveira, esposo e " relações públicas" da medium d. Salete.
Disse ainda que " a médium, teria se oferecido para operar um indivíduo que possui uma doença que comumente chamamos “coração de boi”. Ora, um coração dilatado só pode melhorar o paciente se for retirado e colocado outro no lugar. Será que a médium teria coragem de chegar a tanto?"Indaga o Dr. Otávio Penalva.
Já o Chanceler Arquidiocesano e Vigário Episcopal Monsenhor José de Araújo Machado declarou "desconhecer as curas “dessa mulher”. O que tenho a declarar é o que diz a Igreja, isto é, que nós não podemos acreditar nessas coisas. O dom do milagre pertence a Deus e ele é o autor. Acho que este problema é muito mais de medicina que da própria Igreja, uma vez que ela está receitando e passando remédios até errados."
O médico Hugo Gurgel, ex-presidente da Sociedade e do Conselho de Medicina de Sergipe afirmou que também não acredita “nas curas de d. Salete e que não passam de crendice popular. Acho que deveria ser convocada uma junta médica para estudar este caso”.
O atual presidente do Conselho de Medicina Dr. Juliano Simões afirmou que " a sociedade e o próprio Conselho de Medicina não têm ingerência neste problema. O que nos interessa é o exercício da profissão dos médicos. A meu ver a polícia podia tomar urgentes providências. Tudo não passa de embromação como outras existentes por ai e cientificamente isto nada representa."

                                                                 PERIGO

Algumas pessoas já estão sentindo os efeitos danosos das manifestações dos espíritos dos médicos recebidos por d. Salete. É que já foram registrados vários casos de intoxicação e outros mais graves devido ao uso de medicação errada. A medium receita qualquer medicamento a seus “ clientes”. Os próprios representantes dos laboratórios de Aracaju na ganância de venderem seus produtos levam ou enviam para sua residência caixas repletas de amostras. Essas caixas são colocadas na sala que serve de “consultório” e delas d. Salete vai retirando os remédios e oferecendo gratuitamente ao paciente. Há casos, porém, em que ela receita dezenas de remédios muito caros.
A reportagem de “A Tarde” presenciou um dos atendimentos de d. Salete Oliveira, que acabara de receber no último sábado às 17 horas o espírito de Dr. Fritz. Já tinham sido atendidas quase duas dezenas de pessoas quando chegou a vez do menor José Carvalho Bispo, de 14 anos de idade.
Era a segunda vez que ele recorria a d. Salete. Disse que “estive aqui uma vez. Ela passou alguns medicamentos. Tomei todos, mas continuo no mesmo”. Quando perguntamos, porque então voltava para outra consulta ele respondeu:  " é porque ela disse que eu deveria voltar quando terminasse os remédios. Mas eu tenho esperança que algum dia volte a enxergar. Fiquei cego aos 8 meses de nascido e ainda vejo uma claridade, embora não distinga os objetos."
A consulta de José Carvalho Bispo foi rápida. Ele veio trazido por uma sobrinha de d. Salete Oliveira, que, juntamente com seu esposo Miguel Oliveira fazem os papéis de “relações públicas” e “enfermeiros”. Quando chegou a sua presença ela tomou de um pedaço de algodão embebeu em água oxigenada e limpou os olhos do garoto. Em seguida com um bastão de vidro apertava os olhos do garoto que passou a gemer e as lágrimas escorreram em sua face desenganada. Então d. Salete molhou outro pedaço de algodão num vidro de mertiolate e passou a receita para o cego; os remédios da receita Neurogeran (drágeas) uma pílula ao deitar. Rubrolin, uma antes das refeições. Grucan, depois das refeições e Lutrax uso diário. Ao que parece, os laboratórios são os mais beneficiados com essa história.

Postar um comentário