Objetivo


segunda-feira, 18 de junho de 2012

POLÍTICA - ESTADO PERDE DINHEIRO POR FALTAR FISCAIS NO INTERIOR


POLÍTICA
CALDAS DE CIPÓ - BAHIA
Jornal A Tarde –quinta-feira, 22 de julho de 1971.
Enviado especial Reynivaldo Brito
A maioria dos 38 prefeitos da micro Região Programa-1 declarou, em pronunciamentos, sua confiança no Governador Antônio Carlos Magalhães depois de ouvirem que o “ Governo do Estado vai modificar a imagem desta zona tida como empobrecida. “ Nordestinos, aqui estou e estarei sempre, para servi-los, cumprindo o meu objetivo e agradecendo a Deus as forças que me dotar, para atender ao meu povo”.
Ao término da reunião, o Governador inaugurou o Centro Regional de Supervisão e Treinamento de Caldas de Cipó e instalou o Curso de Treinamento para Professores Leigos, bem como o marco comemorativo da visita. Durante toda a manhã de ontem, o Governador e Secretários receberam os prefeitos e pessoas representativas da região, na Prefeitura Municipal de Cipó, onde foram instalados gabinetes de trabalho.
 Foto do centro de Cipó ,que já foi uma cidade balneário muito movimentada ,com o seu Grande Hotel com dezenas de apartamentos e o Radium Hotel, que era um cassino muito procurado e, que foi fechado no governo Dutra causando grande prejuízo ao turismo local.
O Governador fez questão de afirmar “que os prefeitos podiam fazer suas solicitações e queixas. Mas, tudo do ponto de vista administrativo, porque as queixas políticas devem ser a mim dirigidas. Em outra ocasião, virei aqui com meus amigos e colegas da política para disputarmos os Diretórios e outros cargos que dizem respeito à política”.
Como estava previsto, a comitiva governamental deixou Cipó, às 14 horas, seguindo para o município de Olindina, onde foi inaugurado o sistema de energia elétrica. Em Alagoinhas, o Governador Antônio Carlos deu início às obras de construção da estrada ligando aquela cidade a Aramari, viajando em seguida, para a Capital.

                                                                     PEDIDOS

O prefeito do município de Jeremoabo fez um apelo público ao Governador Antônio Carlos Magalhães, solicitando fiscais para a região. Disse ele:“O nosso município está sendo prejudicado pela falta de fiscais. No ano passado, perdemos mais de 400 mil sacas, que saíram em caminhões e foram pagar impostos em cidades vizinhas. Precisamos de 3 a 4 fiscais para fechar as fronteiras com outros municípios”.
O problema vai ser estudado pelo Secretário Luiz Sande.Já o prefeito de Aramari, Sr. João Souza, solicitou que o guarda que for para lá deve residir na sede do município.
Declarou o prefeito que temos apenas um guarda que vai lá uma vez por semana. Basta dizer que recebemos apenas Cr$ 330,00 de ICM.

                                                                           DEMITIR

Quando o Secretário da Saúde, Sr. Ênio Rosendo, afirmava que estava lutando com algumas dificuldades para colocação de médicos em alguns municípios Citou ,como exemplo, o caso de um médico que foi beneficiado com o convênio do Funrural e o Governo do Estado, recebendo um salário de Cr$ 1.800,00, porém estaria obrigado a residir na sede do município, mas ele estaria aparecendo em 15 em 15 dias. O Governador Antônio Carlos tomou a palavra e determinou que o médico fosse demitido sumariamente. Disse o Governador:“Este médico não pode continuar nos quadros do estado. Secretário procure mandar demiti-lo imediatamente”.

                                              CHEGADA DO PROGRESSO

O Plano de Ação foi entregue a todos os prefeitos da região.Na oportunidade, o Governador Antônio Carlos Magalhães disse:-Ao encerrar a primeira etapa dos trabalhos do Governo no Nordeste, eu tenho a satisfação de constatar o interesse demonstrado por quantos aqui estiveram aos homens da região, que pedem a chegada imediata do progresso; aos deputados que aqui vieram como representantes da zona; aos prefeitos, que foram, por assim dizer os responsáveis pelo êxito desta reunião; ao Presidente da Assembléia, particularmente, chefe de poder, que veio prestigiar este encontro.”
Mais adiante, afirmou:“Político que sou, evidentemente nessas horas eu me dispo da condição de político para sentir apenas os interesses do meu Estado, das regiões que visitamos.” A mim pouco importa a sigla partidária de cada um que aqui está. Mas devo dizer aos senhores que político como sou, também vou participar do progresso político porque eu não entendo Governador que não seja o chefe do processo político.
Encerrando, declarou o Governador do Estado: “Nordestinos; aqui estou e estarei sempre. Para servi-los, cumprindo o meu destino e o agradecendo a Deus as forças que me dotar, para atender ao meu povo.”









Postar um comentário