Objetivo


segunda-feira, 28 de maio de 2012

CULTURA - GIL,SARAVÁ E CULTURA

Revista Manchete 15 de Setembro de 1979
Texto Reynivaldo Brito
Foto Carlos Santana

Ele estava todo de branco – afinal era sexta-feira, dia de Oxalá que representa o Senhor do Bonfim – quando foi empossado pelo Governador da Bahia, Antônio Carlos Magalhães, no Conselho de Cultura. Para decepção dos fãs e jornalistas, no entanto, outra presença informal no Conselho, Maria Bethânia, não compareceu à solenidade, alegando dificuldades em encontrar passagem aérea do Rio, onde se encontrava, para Salvador. Mas o cantor e compositor Gilberto Gil lá estava e disse que “o fato de estar num órgão público não me aborrece pois, apesar das diferenças naturais entre arte e política, sonhos e realidades, a gente vive espaços interpenetrantes onde está perto de tudo e esta relação não me impede de prestar serviços à comunidade em outras áreas.”





Postar um comentário