Objetivo


segunda-feira, 14 de maio de 2012

GENTE - PEQUENO ERRO PÕE FIM AO ANONIMATO

Revista: FATOSeFOTOS/GENTE, 15 de Março de 1982


Durante mais de uma semana, Isaltino Santos Gomes, do grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros de Salvador, conseguiu esconder da imprensa que era o ganhador dos Cr$ 77 milhões que a Loto distribuíra e cujo felizardo fora caçado por toda Salvador. Mas ao comprar um Chevette SL branco, na revendedora Tratocar, por Cr$ 650 mil à vista, acabou se revelando. E foi imediatamente fotografado por todos os jornais baianos, apesar dos cuidados tomados por seu tio e procurador.
Para chegar aos Cr$ 77 milhões, Isaltino, que não ganhava mais do que Cr$ 12 mil mensais, fez um jogo de Cr$ 727 que lhe restavam de suas despesas e do dinheiro enviado à família. Assim que saiu o resultado, Isaltino foi à Caixa e, lado a lado com os jornalistas, conversou com o gerente da CEF, sem se identificar, sempre apavorado com a possiblidade de vir a ser reconhecido. Agora não tem como escapar ao assédio de pessoas que pedem ajuda o que, aliás, ele já prometeu fazer: à família, no Pará, e aos colegas de serviço mais chegados.




Postar um comentário