Objetivo


sexta-feira, 4 de maio de 2012

COMPORTAMENTO - A GUERRA QUE ASSUSTA UMA CIDADE

Revista Fatos e Fotos Gente
27 de julho de 1981.

Em Cruz das Almas (Bahia) repetiu-se na semana passada um insólito espetáculo. Centenas de jovens, algumas usando até capacetes protetores, envolveram-se numa autêntica batalha, conhecida como Guerra das Espadas, que já faz parte do calendário turístico extra-oficial da cidade.
Munidos de potentes rojões, os tais guerreiros percorreram a cidade assustando as pessoas e caçando-as com as ameaçadoras línguas de fogo dos seus foguetes flamejantes. Este ano, mais de 100 pessoas ficaram feridas e um supermercado foi parcialmente destruído por um incêndio causado por uma espada em chamas.
De certo modo - segundo alguns moradores - as autoridades acham normais estas ocorrências e há até um incentivo velado por parte dos comerciantes, que consideram a Guerra das Espadas uma maneira de incrementar o turismo local. As espadas são, na verdade, grandes cartuchos de pólvora, com uma das extremidades vedada e a outra provida de estopim.
Quando se aproximam as festas juninas, Cruz das Almas prepara toda a infraestrutura necessária para receber os feridos da grotesca batalha. ( Foto Arestides Batista)

Postar um comentário